Cycle Revolution: uma exposição a não perder no London Design Museum

Cycle Revolution: uma exposição a não perder no London Design Museum

 

Londres é, por excelência, uma das cidades onde se celebra o melhor da arte e do design. A exposição do talento nesta área não se esgota na realização do evento do ano – o London Design Week – e está patente nas inúmeras exposições que os museus organizam durante todo o ano.

Fundado no século XX , o London Design Museum é um dos museus mais importantes do mundo, dedicando-se ao design contemporâneo e à demonstração da riqueza criativa encontrada nesta arte.

Cycle Revolution: uma exposição a não perder no London Design Museum

Se estiver a pensar viajar até Londres entre o mês de novembro e o final de junho do próximo ano sugerimos-lhe que agende uma visita ao London Design Museum. Entre o dia 18 de novembro e o dia 30 de junho, o Museu recebe a exposição “Cycle Revolution”.

“Cycle Revolution” homenageia a diversidade do ciclismo contemporâneo na Grã Bretanha e reflete sobre o design e a inovação. É do conhecimento de todos que a última década foi de autêntica revolução, despoletando o interesse pelo uso da bicicleta e uma mudança nas cidades, só comparada ao período da Segunda Guerra Mundial.

Cycle Revolution: uma exposição a não perder no London Design Museum

Este percurso de mudança está também a introduzir transformações na forma como os construtores de bicicletas estão a atuar, sendo prestada uma maior atenção às necessidades específicas dos utilizadores – para muitas pessoas andar de bicicleta, mais do que um hobbie, é uma paixão.

A exposição no London Design Museum irá reunir um conjunto de roupas, acessórios, equipamentos, filmes e fotografias para contar as histórias pessoais e de notáveis ciclistas e das suas fiéis companheiras.

Cycle Revolution: uma exposição a não perder no London Design Museum

A exposição “Cycle Revolution” terá ainda mais alguns eventos associados, como por exemplo a Cycle Culture Tour. A decorrer entre 22 de novembro e 13 de dezembro o objetivo é percorrer algumas das lojas e cafés mais amados do ciclismo na cidade: Brooks, Rapha, Velorution e Look Mum No Hands.

 

Comentários